domingo, 3 de fevereiro de 2013

Obscura - Opinião



Título: Obscura
Autor: Dark Gero
Editora: Universo dos Livros

Ler este livro foi uma decepção enorme, no sentido que todos os mitos criados à volta dele me deram algo maior por que esperar. Estava a contar com algo realmente assustador, algo que me fizesse saltar ao mínimo ruído, algo que me fizesse olhar pelo canto do olho e tentar perceber o que realmente tinha acabado de passar no corredor. Nada disso aconteceu.
A nível da narrativa, houve aquela fase de adaptação à escrita e leitura em brasileiro, mas que dura apenas umas páginas (se bem que tive de ir pesquisar no Google o significado da palavra garoa). Não considero que esteja brilhantemente escrito, mas também não está uma aberração! Tem é alguns erros nas palavras (e não estou a falar na diferença entre acção e ação, por exemplo) e graves problemas de formatação, mas isso já não sei se é da versão que eu tenho ou se é assim com todos (li o livro em formato e-book).
Analisando conto a conto...

A Cadeira de Rodas

A história é um pouco cliché, uma vez que a personagem principal, Alessa, vai morar para uma casa assombrada, e começa a ver espíritos. Está tudo lá: as tempestades e trovoadas; a casa fica sem luz; símbolos satânicos (usando as palavras da história) e espíritos em todos os cantos. Depois há umas reviravoltas mas muito estranhas, não sei se conhecem a expressão "tiradas do cú com um gancho", mas são mesmo assim... Não me posso alongar mais, correndo o risco de ser spoiler, mas o clima desta história pareceu-me muito melhor adaptado a uma curta-metragem, talvez fosse mais emocionante do que o conto.

Espantalho

... Um espantalho, cadavérico, assassino. Não me agradou de todo esta história... é pouco credível e não dá sequer para sentir um certo suspense enquanto a narrativa decorre.
No entanto, algo neste conto me lembrou de uma história que ouvi em miúda, acerca da Casa dos Franceses. Esta casa fica em V. N. de Famalicão, no Monte de Sta. Catarina, e dizia-se que lá vivia um casal de franceses que matava crianças. Nunca me dei ao trabalho de saber o porquê deste mito, mas uma vez fui lá com a minha turma, espreitar para a casa, e aquilo tinha uma mesa com uns canos à volta e por baixo, e o que quer que tenha corrido por lá, tinha manchado e bem a pedra... de encarnado.

O Cemitério Secreto

Neste conto, já falamos mais a sério! Apesar de ser uma temática muito batida, o jogo do copo, o desenrolar da história é realmente interessante. A personagem do Eric vai-se revelando ao longo do conto, assim como a de Miguel. Igualmente opostos. 

Caim

Gostei do final, da revelação final acerca de Luciano. Mas o desenvolvimento da história e a reviravolta são previsíveis e expectáveis, para além que o próprio título, Caim, já diz praticamente tudo o que fala este conto.

Obscura

Ao início não estava a gostar muito desta história, era apenas mais uma com uma jovem prostituta com uma vida desgraçada e que planeia suicidar-se. Mas quando ela chega à Ilha à procura de respostas sobre a sua filha, e as coisas estranhas se sucedem, temos um conto de qualidade, com detalhes intrincados uns nos outros e que nos fazem ler de um só fôlego, para tentar perceber afinal quem é Marina, a criança, e os quatro jovens que apareceram no hotel...
Isto é a conclusão a que cheguei quando acabei de ler o conto, porque enquanto lia, experimentei algumas sensações opostas, umas vezes agradava-me o enredo, outras vezes tinha a sensação que tudo era estragado com lobisomens, monstros e zombies, mas da maneira como a acção se desenrola, tudo acaba por ser perdoado.

Arlequim

Também é um bom conto, embora um pouco rebuscado, mas bom. A cena sexual descrita ao início não me agradou muito, pelo simples motivo de me parecer pornografia pura e nada mais do que isso. No entanto mais para a frente percebe-se a necessidade de tanta minúcia na descrição da cena sexual, e acaba por se tornar num conto bastante interessante.

Resumindo e concluindo: não tive pesadelos, não me assustei, regra geral o livro cai um pouco no cliché, mas há momentos em que nos apercebemos que Dark Gero é melhor do que aquilo que este livro nos mostra. Ou assim eu o espero!



"Segredos são coisas terríveis para se carregar no inferno."
in A Cadeira de Rodas

"Adolescentes.
Movidos pela busca de emoções, de uma razão para suas vidas em fase de metamorfose para a vida adulta."
in O Cemitério Secreto


Sem comentários :

Enviar um comentário

Obrigada por comentares :)