terça-feira, 18 de junho de 2013

Li Até à Pág.100 #3

A Demanda de D. Fuas Bragatela


Primeira frase da página 100:
"[Expliquei-lhes então que me havia envolvido em amorios com uma dama casada, mas que o cornudo do marido andava desconfiado e contratara uma corja de velhacos para me darem umas lições de moral e bons costumes, tentando apanhar-me à gatesga enquanto] consolava a dama."

Do que se trata o livro?
Conta a história da vida de D. Fuas Bragatela.

O que está achando até agora?
O livro é muito engraçado de ler, se bem que por vezes o discurso pode cansar e/ou confundir um pouco.

O que está achando do protagonista?
Ao pensar no velho Fuas só uma palavra me ocorre: desgraçado. Acontece de tudo ao homem.

Melhor quote até agora:
"Não importa quem somos ou o que somos, o fado é o mesmo, que quando nascemos apenas começamos a morrer."

Vai continuar lendo?
Claro que sim! Já estou quase a acabar.

Última frase da página:
"Apesar da fama de cornudo, João das Cangas [também era conhecido por bruto e socarrão, bem capaz de esfolar um cabrito, se o apanhasse, só para chatear a mulher.]"

1 comentário :

  1. Olá! :)

    Deixei-te um selo no meu blogue: http://howtoliveathousandlives.blogspot.pt/2013/06/versatile-blogger-selo.html

    Boas leituras! :)

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)