Li até à Pág.100 #13

agosto 13, 2013

- O Guerreiro Psíquico - 


Primeira frase da página 100:
"-O Conselho decide que os jovens devem ser instruídos no Templo para sua segurança, mas dados os ataques, só devem partir, quando for seguro - decretou ele."

Do que se trata o livro?
O Guerreiro Psíquico conta a história de três jovens telepatas, que se vêm envolvidos numa Profecia antiga e que se está a realizar, sendo eles os escolhidos para salvar o seu povo.

O que está achando até agora?
Quando cheguei a esta página, estava embrenhada no livro. Queria saber o futuro dos jovens, que não se adivinhava fácil.

O que está achando do protagonista?
Apesar de haver três personagens muito fortes - Aron, Riane e Eldor -, podemos considerar o protagonista como Aron. É um jovem pacato e corajoso, e pouco mais há a dizer dele. Não consegui foi ainda perceber se algum deles é de facto o Guerreiro Psíquico.

Melhor quote até agora:
Nenhuma ainda.

Vai continuar lendo?
Já acabei, tinha-me era esquecido de escrever esta rubrica!

Última frase da página:
"-Realmente - começou hesitante Antero Montagnus - parece ser o melhor para eles face ao desenvolvimento [telepático - acedeu ainda sem se mostrar plenamente convencido.]"

You Might Also Like

2 comentários

  1. Olá,

    Bem tanta novidade neste blog e eu sem pedalada para acompanhar todas as mensagens.

    estou a ler o livro 1, não sei se este se refere já ao dois, mas pelo que li noutro local o livro melhora bastante em relação ao primeiro que quanto a mim e do que li até ao momento está fraco. O enredo não desenvolve a ação nada trás de novo, não há grandes acontecimentos, as personagens não cativam, lá está o Aron sendo o principal pouco tens a dizer do mesmo...tem potencial sim mas até ao momento não está a ser grande coisa.

    Espero mesmo que melhore :D

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá Fiacha!

    Este refere-se ao primeiro volume! :) Tal como te disse, gostei do livro, apesar de ter uma velocidade de narrativa muito lenta, gostei :)

    Ainda não comecei o segundo, a ver vamos como é!

    Beijinhos e obrigada pela visita!

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.