quinta-feira, 5 de setembro de 2013

[Desafio Literário S] Noite da Alma, de Sophia CarPerSanti - Opinião [Chiado Editora]

Noite da Alma (Gaea, #1)
Título: Noite da Alma
Autora: Sophia CarPerSanti
Editora: Chiado Editora
Ano de Publicação: 2011
Número de Páginas: 763

Apaixonada pela Luz e Seduzida pelas Trevas...

Noite da Alma conquistou-me com a sua história, com a sua capa, com o seu tamanho. Tudo me chamava a atenção neste livro. E foi uma leitura que me deu um gozo enorme.

Apesar de cair no cliché de uma rapariga mortal e aborrecida que se apaixona por um ser sobrenatural, neste caso um demónio (Deiwos, no livro), o livro está muito bem escrito. Apesar de haver uma diferença entre o prefácio e as introduções de cada capítulo para o restante texto, há qualidade naquelas palavras. Fiquei agradavelmente surpreendida com o nível da escrita.
E depois temos a história. Temos Mari, que é uma adolescente normal e que tem uma paixão arrebatadora por Michael, até que decide que é uma boa ideia fazer um pequeno feitiço para que o seu amor seja correspondido. Só que algo corre irremediavelmente mal, e Gabriel (complicado escolher o nome para este comentário), um demónio, responde ao feitiço e instala-se na vida de Mari. Já estão a ver o que daqui resulta – uma dualidade de amores e incertezas, entre o Bem e o Mal. 
Apesar de tudo, dá gosto ler este livro. Apesar de Mari me irritar, não há momentos aborrecidos no livro, há sempre alguma coisa a acontecer, algo que muda o rumo original. Apesar de Mari ter atitudes expectáveis, vê-se constantemente a braços com situações complicadas, o que não deixa esmorecer a vontade do leitor de ler o livro, tentando esquecer o quão chata é a personagem principal. Não sei se há uma relação, mas as personagens humanas são... aborrecidas. Mari e Steph, por exemplo. São chatas, previsíveis, com atitudes deploráveis. Mas as personagens sobrenaturais são tão bem trabalhadas. É impossível não se gostar de Gabriel, ou de Alexander, ou de Lea.
A acção é simplesmente deliciosa. Nunca nos deixa descansar, há sempre algo ou alguém que provoca uma mudança. E embora isto pareça cansativo, não o é. 
Há algo neste livro que me deixou profundamente desapontada, não sabendo ao certo qual a justificação, é o seguinte: o livro é grande demais e estraga-se com facilidade. Por mais cuidado que eu tenha tido, poucas folhas não se descolaram da lombada. É muito pesado e penso que Noite da Alma tem qualidade suficiente para estar dividido em dois volumes sem perder leitores.

"Porque não sou sol, como tu (...)"

Há um site oficial da autora Sophia CarPerSanti (quão bonito é este nome?), mas que eu não gostei de visitar. Para além de dar um aspecto muito infantil ao conteúdo, os personagens lá têm uma cara; e a maneira como eu imaginei Gabriel foi totalmente arruinada pela imagem dada pelo site. Mas cada qual com a sua opinião; mais abaixo podem encontrar o link para o site e tirar as vossas próprias conclusões.

Gostei imenso deste livro. Foi uma surpresa muito boa, com um universo muito bem conseguido. Agora estou ansiosa pela continuação!



"Se o Conhecimento pesa tanto, cravando punhais de gelo eternos no nosso âmago, não seria melhor nada conhecer? E assim viveríamos mergulhados em trevas imortais, sem nada desejar que não estivesse imediatamente ao nosso alcance, e sorriríamos com vontade, felizes com o pouco que teríamos. Então, porque será que teimosamente perseguimos respostas para perguntas que só nos trarão sofrimento por, indiscutivelmente, reafirmarem a nossa pequena e insignificante existência?"

2 comentários :

  1. Olá,

    Hum fiquei na duvida e confesso com curiosidade, estou a ver que é um livro extenso e que tem personagens (humanos) que te conseguem "aborrecer"

    Mas ainda assim parece ser uma leitura agradável, a ver se leio :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá Fiacha!

    Obrigada pela visita ;) É um livro que realmente vale a pena ler.

    Beijinhos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)