domingo, 27 de outubro de 2013

Poe, de J. Lincoln Fenn - Opinião [ARC]

Poe
Título: Poe
Autora: J. Lincoln Fenn
Editora: Amazon Publishing
Ano de Publicação: 2013
Número de Páginas: 381

Com Poe foi amor à primeira vista. Apesar de a capa não me agradar, o próprio nome, a invocar um dos meus autores preferidos, e a sinopse, conquistaram-me de imediato. Normalmente não dou muito crédito aos prémios que os livros recebem, portanto a atribuição de vencedor do Amazon Breakthrough Novel Award — Science Fiction, Fantasy, Horror este ano, pouco me disse; no entanto, após terminar a leitura do livro, considero este prémio justíssimo, e posso afirmar que Poe é um livro de extrema qualidade.

A história é de um jovem, Dimitri, que após uma visita a uma casa assombrada, e de morrer, volta à vida, acompanhado de um fantasma. Depois envolve-se com Lisa, que tem um irmão que é um assassino em série, e de repente Rasputin é metido para o meio da narrativa, com todo um mistério sobrenatural a envolver a família russa de Dimitri. Ao início, pensava que Poe seria um livro mediano: um livro bom, mas sem aquele factor entusiasmante. A acção em volta à casa assombrada pareceu-me interessante, mas sem nada muito promissor. Até que a história se começa a adensar, quando juntamente com Dimitri nos começamos a aperceber de todos os pormenores, um aqui e outro ali, e se forma diante de nós um mistério intrincado e bem pensado.
A própria forma como Fenn escreve a história é viciante. É uma leitura muito simples, mas muito divertida de ler. Gostei especialmente de Mac, o patrão de Dimitri, lê-lo era garantido que me ia fazer rir, ao imaginar a personagem. E mesmo Dimitri tem pensamentos hilariantes, leva tudo muito calmamente (não é qualquer um que lida com um fantasma com a tranquilidade deste rapaz!), tornando-se facilmente numa personagem cativante. Penso mesmo que todas as personagens acabam por nos conquistar, a pouco e pouco. Mesmo que ao início não nos inspirem muita confiança ou simpatia, mais tarde acabamos por gostar delas. Tive pena de não ver Elizabeth com mais relevo, pois acredito que é uma personagem com um potencial enorme. Quem sabe numa sequela de Poe não ficamos a conhecer a sua história, sendo mãe de um assassino em série?
Como ponto negativo, apenas posso falar do final da história. Fica em aberto, não sabemos se o assassino voltará noutra altura para reclamar as suas seis vítimas. Não sabemos como as investigações de Poe e Nachiel ficam. Não sabemos nada, e gostaria sinceramente de ler uma continuação deste livro.

Sem dúvida, um dos grandes livros deste ano. Acredito ainda que, trabalhado da forma correcta, daria uma adaptação cinematográfica excelente. Tem a história perfeita para tal, e pelas descrições de Fenn, tem um grande potencial. Será sonhar muito alto? Talvez, mas fico certamente atenta ao trabalho da autora, dona de uma imaginação apaixonante. Ainda acerca de J. Lincoln Fenn, gostava de acrescentar uma pequena curiosidade, referida na sua página da Amazon: a sua história com o terror começou quando ainda estava no sétimo ano, quando numa noite em que os amigos estavam em sua casa justificou o barulho da canalização com a história do fantasma de uma mulher que tinha vivido naquela casa, e que durante um Inverno canibalizou os seus dez filhos. E foi esta a última vez que teve autorização para os seus amigos dormirem em sua casa.

"(...) the thing that I'm sure makes every writer sick to their stomach, something scarier than staying overnight at a haunted mansion, waking up in the morgue, or facing a schizophrenic knife-wielding brother.
I open a blank Word doc."*

*"(...) a coisa que tenho a certeza deixa qualquer escritor doente, algo mais assustador do que passar a noite numa mansão assombrada, acordar numa morgue ou enfrentar um irmão esquizofrénico de faca na mão.
Abro um documento do Word em branco."
[tradução livre]

1 comentário :

  1. Olá

    Gostei do teu comentário, considerado um dos livros do ano, +é suficiente para me deixar interessado ;)

    Excelente comentário ;)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)