quinta-feira, 17 de outubro de 2013

The King's Hounds, de Martin Jensen - Opinião [ARC]

The King's Hounds (King Knud #1)
Título: The King's Hounds
Título Original: Kongens Hunde
Autor: Martin Jensen
Editora: Amazon Publishing
Ano de Publicação: 2013
Número de Páginas: 272

Sinto-me extremamente culpada de julgar livros pelas capas. The King's Hounds é um exemplo perfeito deste meu comportamento; estava a dar uma vista de olhos pelo catálogo de livros disponíveis na NetGalley e a capa de Martin Jensen chamou-me imediatamente à atenção. A sinopse também me agradou e felizmente tive acesso a esta cópia. Posso afirmar que a escolha da capa foi, na minha opinião, acertada, pois este é sem dúvida dos melhores livros que já li este ano.

The King's Hounds conta a história de um pintor, Winston, e de um nobre falido, Halfdan, que por uma estranha coincidência se cruzam e seguem caminho para Oxford juntos. Aí, um homicídio é cometido, e o Rei Cnut encarrega os dois companheiros de descobrir o assassino. Esta é a premissa da narrativa, mas há muito mais do que isso!
Primeiro, temos um retrato da Inglaterra Medieval, sem embelezamentos por aí além: uma época conturbada e violenta, pormenor que o autor não descura, o que me leva às personagens secundárias. Martin consegue mesmo em personagens não tão importantes deixar bem marcado que não estamos num período de beleza e preocupações com esta, como é o caso da personagem Toothless (Desdentada), como podem imaginar pelo nome. Não é que as personagens sejam feias; mas através de pequenos traços como estes, que o autor de vez em quando acentua, recordamos que estamos num espaço temporal muito antigo.
Segundo, temos as personagens principais. Martin cria Winston, um artista, um pintor reconhecido que viveu anos num mosteiro até perder a sua fé. E depois Halfdan, um nobre que perdeu a sua família e bens e agora vive do que rouba. Winston enquanto cérebro, Halfdan enquanto músculo e galã, é a dupla que o autor nos apresenta; e apesar de não ser a mais original do mundo, funciona perfeitamente, pois cada um vai vivendo experiências diferentes, que conhecemos sempre através de Halfdan.
Em terceiro lugar, temos o próprio mistério em si. O autor dá-nos um leque de possíveis assassinos, e mais tarde dificulta ainda mais a tarefa através da ordem do Rei, para que o homicídio seja descoberto em apenas três dias. Tudo se passa rápido mas no tempo correcto, e a maneira como a trama está montada, não nos deixa antever quem é o assassino de facto. Aliás, quando descobrimos quem é, mesmo no final, temos ainda outra surpresa... 
Por fim, a narrativa em si. Não posso garantir que a tradução seja boa, uma vez que o original é dinamarquês, língua que não falo, mas a mim pareceu-me muito bem. Repleta de humor, algumas reviravoltas interessantes, e a história de Halfdan com Atheling, a mula. Adorei tanto o animal como as personagens principais. Como conhecemos Atheling através dos olhos de Halfdan, tudo se torna ainda melhor e mais delicioso, pois este não suporta o pobre animal.
Não há um único ponto negativo a apontar a este The King's Hounds. É um mistério brilhante, com humor inteligente, personagens bem trabalhadas e um desfecho bastante bom.

The King's Hounds sai dia 29 de Outubro, e aconselho vivamente a quem puder adquirir o livro. Não irão ficar desapontados com o trabalho de Martin Jensen, e agora espero pacientemente pela continuação das aventuras de Winston e Halfdan.

3 comentários :

  1. Olá,

    Ena agora que leste o livro e gostaste assim tanto, se quiseres podes oferecer-me que estou a fazer anos e claro ficas com mais espaço na estante eheheheeh

    Bem estou a ver que é mesmo um grande livro, sim senhor, belo comentário :)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehehehe :P Se não estivesse em Inglês, o máximo que eu poderia fazer seria enviar-to por e-mail, pois está em formato e-book :P Quando fazes anos ao certo?

      Obrigada Fiacha =)

      Beijinhos e bom fim de semana

      Eliminar
  2. Ois,

    lol sendo assim dispenso, mas obrigada.

    27 de outubro, Escorpião portanto :D

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)