A Chiado Convida...

novembro 14, 2013


A verdade é que nos próximos dois dias há agenda cheia por parte da Chiado. Um pouco por todo o lado, há muito para se ver e aprender. Estão a pensar em ir a alguma destas apresentações?

O Auditório da Reitoria da Universidade da Madeira acolhe no dia 15 de Novembro, pelas 18h30 a sessão de lançamento do livro "Diamante Azul", de Carla Pereira.

A obra "Rosa no País das Flores da Luta", de Maria do Céu Mascarenhas será apresentada na Biblioteca Municipal de Gaia, no dia 15 de Novembro, pelas 18h30.

A sessão de lançamento do livro "O Caminho Português" de Marjori Lotufo terá lugar nos Paços do Concelho de Ponte Lima, no dia 15 de Novembro, pelas 18h.

Esta sexta-feira será apresentado na Biblioteca Municipal de Faro o livro "Fernando Pessoa contado às Crianças Adultas", de Jorge Chichorro Rodrigues.

A sessão de lançamento do livro "Em Busca da Rosa - Três Irmãs ", de L.A.M realiza-se esta sexta-feira, na RG Livreiros - Cascais, pelas 19h.

A Casa do Povo de S. Luís, em Odemira acolhe, esta sexta-feira, pelas 18h30 a sessão de apresentação do livro "Relatos de Vida", de Marco Águas.

O Centro Cultural de Lagos acolhe no dia 16 de Novembro, pelas 15h a sessão de lançamento do livro "Poesia de Memórias e Desejos", de Manuel João Cristino.

A obra "Diálogos da Consciência", de Carlos Marques Alves será lançada, este sábado, pelas 17h no Centro Cultural do Entroncamento.

A sessão de lançamento da obra "Saberes Simples", de Amílcar Fernandes terá lugar no Centro de Exposições de Odivelas,no dia 16 de Novembro, pelas 16h.

No próximo dia 16 de Novembro realiza-se no Fontecruz, em Lisboa, pelas 15h a sessão de lançamento do livro "Filho de Namoro, Filho de Ninguém", de Manuel Mariz da Costa.

O Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, no Porto acolhe no dia 16 de Novembro, pelas 16h a sessão de lançamento do livro "Poesia da Fénix", de MiSara.

Maria da Conceição Nunes Ferreira apresenta, este sábado, pelas 16h o seu livro "Uma Janela para o Paraíso. A sessão terá lugar no Teatro - A Barraca", em Lisboa.

O livro "Água de Amor", de Eugénia Dobrões será apresentado na Book It Ferreira Borges, no dia 16 de Novembro, pelas 17h.

Este sábado decorrerá na Bertrand do Centro Cultural de Belém a sessão de lançamento da obra "Vida Minha de Carrossel Vestida", de Filomena Delgado.

No próximo dia 16 de Novembro realiza-se no FonteCruz, em Lisboa, pelas 17h a sessão de lançamento do livro "A Irmandade", de Vítor VilaVerde.

O livro "A Journey Through Portuguese Football", de Thomas Kundert será apresentado, no dia 16 de Novembro, pelas 16h na Fnac Vasco da Gama.

A Biblioteca Municipal de Olhão acolhe, este sábado, pelas 16h a sessão de apresentação do livro "Cinco...Sentidos", de Miguel Silvestre.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Muito obrigada pela divulgação do lançamento do meu livro "Poesia da Fénix"!! MiSara

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.