Novidades Estampa Novembro

novembro 25, 2013

Estampa

CHARNECA EM FLOR,
de FLORBELA ESPANCA
*Organização de Cláudia Pazos Alonso/Fabio Mario da Silva

No imaginário feminino português, Charneca em Flor celebra um ultrapassamento literário: a ruptura com o estereótipo de mulher imposto pelo patriarcado. A partir daqui, a dor e as Saudades (dotes de mulher) são já um fantasma que ela vê passar pelas vielas de Évora, na figura evanescente da Menina e Moça que fora. Revisitando agora a sua origem alentejana, a nossa investida Sóror Alcoforado (antiga Dama de Bernardim e mística Dona de Garcia de Resende) despe a mortalha e abandona a clausura para, em comunhão telúrica, abrir-se em flor - impulso que, desejo erótico, é também pulsão de morte. Todavia, dentro desse paradoxo, Florbela se experimenta (em voo livre do regional para o nacional) avatar feminino de Camões. E deste modo mergulha em definitivo na fonte mesma do soneto - forma fixa que passara a vida a ajustar a fim de torná-la mais condizente ao seu género. Afinal, no seu espartilho poético, o soneto não lembra a cela, da qual toda a mulher se quer evadir?!
- Maria Lúcia Dal Farra

LITERATURA | PÁGINAS: 208 | PVP: 12,17€ | POESIA

Reimpressão: OS SETE CENTROS DE ENERGIA,
de ELIZABETH CLARE PROPHET / PATRICIA R. SPADARO

Há muito mais do que a vista alcança. Os Setes Centros de Energia contêm poderosas percepções e instrumentos para a integralidade, com base na ciência do sistema de energia subtil do corpo. Provêm do conhecimento das tradições espirituais do mundo, para revelar como podemos alimentar a nossa alma através de sete estádios de crescimento pessoal. Incluem uma visão geral de técnicas holísticas que ajudam a restaurar o equilíbrio energético do corpo - desde a homeopatia, as vitaminas e as terapias termais, até à meditação, afirmação e visualização.

NEW AGE | PÁGINAS: 192 | PVP: 9,55€ | ESPIRITUALISMO

Reimpressão: KARMA E REENCARNAÇÃO,
de ELIZABETH CLARE PROPHET / PATRICIA R. SPADARO

A palavra karma já entrou na linguagem corrente, mas nem todos sabem o que realmente significa. Este livro ajudá-lo-á a entender as ligações kármicas de vidas passadas que influenciaram a sua vida actual. Descobrirá de que modo as suas acções em vidas passadas - boas e más - determinam as circunstâncias do seu nascimento e as razões da sua simpatia e antipatia em relação aos outros. Aprenderá o que é o karma de grupo, o que fazemos entre vidas e o que os grandes focos de luz do Oriente e do Ocidente, incluindo Jesus, têm a dizer sobre o karma e a reencarnação. Acima de tudo, descobrirá como transformar os seus encontros kármicos em grandes oportunidades de moldar o futuro que deseja.

NEW AGE | PÁGINAS: 208 | PVP: 9,55€ | ESPIRITUALISMO

Grácio Editor: VIRTUDES DO PERSPETIVISMO,
de MANUEL MARIA CARRILHO

Abrindo uma via em que combina a crítica, a nuance e a ironia, Nietzsche foi expondo ao longo da sua obra o largo espectro de virtudes do perspetivismo, procurando sempre desentrincheirar os dogmatismos e apostar num experimentalismo que, mais do que convencer, prefere inspirar, alargando sempre — como se da mesma coisa se tratasse — os campos do pensável, do possível e do realizável. É precisamente a fecundidade dessas virtudes que os textos de Manuel Maria Carrilho, reunidos nesta obra, assinalam na sua dimensão teórica e nas suas consequências práticas. Neste livro reúnem-se um conjunto de textos que têm em comum o objetivo de caracterizar uma posição filosófica, o perspetivismo, precisando não só os seus principais traços, mas também as suas potencialidades — em suma, as suas virtudes.

DIVERSOS | PÁGINAS: 80 | PVP: 9,43€ | ENSAIOS

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.