A Chiado Convida...

janeiro 30, 2014

Amanhã, 31 de Janeiro

A obra "O Touro do Rebanho", de Krishnamurti Góes dos Anjos será apresentada amanhã, pelas 19h, na Livraria Saraiva, Salvador, Brasil.

Sábado, 1 de Fevereiro

A sessão de lançamento do livro "Meninos de Raiz", de Cátia Coelho terá lugar no Hotel Fonte Cruz,em Lisboa, no dia 1 de Fevereiro, pelas 16h30.

Eduardo Brito apresenta, este sábado, pelas 18h o seu livro "A Deusa e o Demônio", no Restaurante Banana Ouro, em São Lourenço.

No próximo dia 1 de Fevereiro será lançado no Hotel Fonte Cruz, em Lisboa, pelas 15h o livro "O Desassossego da Memória", de SamuelDabó.

O Hotel Fonte Cruz, em Lisboa acolhe, este sábado, pelas 18h a sessão de apresentação da obra "Impulsione a Sua Vida", de Anabela Oliveira.

A sessão de lançamento do livro "Os Passageiros secretos do Beagle", de Ana Cunha terá lugar na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, Braga, no dia 1 de Fevereiro, pelas 15h30.

Domingo, 2 de Fevereiro

O Centro Cultural de Congressos de Angra do Heroísmo acolhe, no próximo dia 2 de Fevereiro, pelas 19h a sessão de lançamento do livro "A Porta da Felicidade", de Rúben Bettencourt.

A sessão de apresentação da obra "Inter Rail", de Nuno Mota Gomes terá lugar na Fnac Colombo, este domingo, pelas 17h.

Este domingo será lançado no Auditório da escola Dr António Sousa Agostinho, em Almancil o livro infantil "Coração sem Cor", de Susana Jorge.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Se não fosse de tão longe, eu ia

    leiturasfabulosa.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Joana!

      É verdade, há aqui alguns que eu bem gostava de ir, mas a distância... :(

      Obrigada pela visita ^^

      Eliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.