terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Circle of Death, de Keri Arthur - Opinião [ARC]

Título: Circle of Death
Série: A Damask Circle
Autora: Keri Arthur
Editora: Random House Publishing Group - Bantam Dell
Ano de Publicação: 2014
Número de Páginas: 212

Se vocês se recordam, eu estava ansiosa para ler a continuação da trilogia A Damask Circle, iniciada pelo livro Circle of Fire, e graças à NetGalley tive oportunidade para ler os restantes volumes; este Circle of Death e, em Março, irei ler o último, Circle of Desire. Tinha grandes expectativas para esta leitura, apesar de saber que não ia encontrar os personagens que tanto me apaixonaram no Circle of Fire, estava pronta para deixá-los ir e conhecer os protagonistas deste Circle of Death.

Uma vez mais, Keri Arthur arrebatou-me. O processo de leitura deste livro foi exactamente igual ao anterior: ao início, um progresso muito lento, e depois, ficar de tal modo viciada e acabar em meia dúzia de dias. O porquê de ter sido assim, não vos sei explicar ao certo, pois não acho o início mais fraco nem nada do género. Apenas calhou de acontecer assim.
A história deste Circle of Death tem tudo a ver com o primeiro volume, e ao mesmo tempo é completamente diferente. Temos novamente um casal improvável, ambos com poderes sobrenaturais, temos uma série de assassinatos por resolver e/ou evitar, à semelhança de Circle of Fire... e mesmo assim tenho quase a certeza absoluta que este segundo volume é muito melhor.
O enredo deste livro é muito mais sombrio do que o anterior. Um assassino que mata as suas vítimas para cumprir um ritual, associado com magia, vítimas escolhidas anos atrás. Vingança? Sede de poder? E quem é o verdadeiro assassino? Todo o ambiente criado à volta da narrativa é bastante tenso, até pelo que se vai descobrindo à volta do assassino, alguns assuntos mais delicados, e sempre tenebrosamente escuros. Gostei deste tom mais sinistro que a autora imprimiu na história, o que só me faz desejar ainda mais o próximo volume. O ritmo é bastante rápido, cheio de acção, mas sempre com espaço para o romance, que vai crescendo e aquecendo, à medida que a acção se desenrola vertiginosamente.
Por muito que me custe dizer isto... os protagonistas desta história são também muito melhores que os do primeiro volume. Custa-me dizer pois fiquei completamente apaixonada pelo casal que Keri Arthur criou, Maddie e Jon, e penso que terei sempre um soft spot para eles, talvez por ter sido a primeira experiência com a autora. Mas Kirby e Doyle... uau. Simplesmente, uau. A relação entre ambos é avassaladora, cresce rapidamente e nós queremos sempre mais, e mais. Os momentos a dois são muito quentes, e a forma como Keri narra estes acontecimentos, de uma forma tórrida e carinhosa ao mesmo tempo, é muito boa. Só para terem uma pequena noção da relação destes dois, do quão intensa é, vou dizer-vos um pequeno spoiler, que em nada prejudica o desenvolvimento da história: para além de outros poderes, tanto Kirby como Doyle conseguem ler o pensamento um do outro. Já podem ter uma ideia do que acontece a partir daqui!
A parte final do livro é o culminar de todos os nossos desejos e ansiedades ao longo da leitura. É uma história muito bem construída, em que damos por nós a contar quantas páginas faltam até ao fim para saber se há espaço para acontecer tudo o que queremos que aconteça.
Tenho pena que Keri Arthur não seja mais divulgada em Portugal. Tanto quanto consegui averiguar, a autora é largamente apreciada em alguns países lá fora, e tenho muita pena que não haja ninguém em Portugal que a queira trazer para cá. É uma escritora de fantasia estupenda, mesmo que não traga nenhuma novidade bombástica, traz histórias maravilhosas, personagens inesquecíveis, livros apaixonantes. Espero, quando acabar de ler esta trilogia, ter oportunidade de ler mais da sua obra, pois tenho a sensação que é daquelas autoras de quem sempre vou gostar. Para além de que a trilogia está-se a aproximar dos meus trabalhos de fantasia favoritos.

Claro que recomendo a leitura deste Circle of Death, e podem lê-lo em qualquer altura, mesmo não tendo lido o primeiro volume de A Damask Circle. É uma leitura bastante boa, uma história poderosa e personagens marcantes. Que venha agora Circle of Desire, que mal posso esperar!

2 comentários :

  1. Olá,

    Bem grande comentário e ainda bem que não está publicado por cá caso contrário lá me metia numa nova trilogia ehehe

    Mas fiquei com imensa vontade de ler e se um dia souberes que será publicada por cá, avisa o amigo corvo ehehe

    Bjs e boas leituras e claro as melhoras amiga ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amigo,

      Dificilmente será, mas estarei bem atenta a isso :)

      Obrigada :D

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada por comentares :)