Book Blogger Hop #5

abril 02, 2014


Quando é que foi a vez em que recebeste mais livros por correio num único dia?

Lembro-me perfeitamente! Em Fevereiro ganhei um passatempo da Alphabetum Editora, e foram seis livrinhos que chegaram nesse dia. Ainda não comecei a ler nenhum (estou a guardá-los para a maratona), mas receber seis livros de uma só vez... Quase que me dava uma coisinha má!
Raramente recebo os livros das editoras todos juntos, pois tenho tempos diferentes para pedir a cada uma. Gosto de ter as coisas organizadas e prefiro estar um mês ou mais sem receber nada da editora X e conseguir deixar as minhas leituras organizadas do que ter um monte empilhado e demorar uma série de tempo a conseguir ler e opinar de forma correcta.

E vocês, que dia foi esse tão bom em que o senhor do correio vos trouxe um verdadeiro tesouro?

You Might Also Like

4 comentários

  1. Ois,

    Bolas que rica colheita ehehe

    Penso que tive uma vez que recebi 4 livros de uma Editora, bem a SDE e fiquei KO sem duvida :D

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois foi :)

      Eu ainda estou à espera a ver se recebo da SdE, não sei se me vão enviar a continuação das Brumas, mas espero bem que sim :(

      Beijinhos

      Eliminar
  2. O meu dia maravilhoso foi no mês passado, em que recebi várias encomendas do passatempo da Editorial Presença, e recebi 8 livros!! A minha mãe ia tendo uma coisinha má quando viu aquela quantidade de livros xD

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O.O

      Olha eu aqui a morrer de inveja! :) Eu da Presença recebi três, e já fiquei contente xD

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.