segunda-feira, 28 de abril de 2014

Maratonas Literárias Viagens (In)Esperadas: Como Foi

Devido ao fim de semana de leituras que se revelou um verdadeiro fiasco, ontem nem tive cabeça para me dedicar a outra das minhas queridas maratonas, as Viagens (In)Esperadas. Sinto-me, até, confusa, os meus planos saíram tão longe do que eu esperava e andava a planear desde o início deste mês, que ainda estou meia abananada! Nem actualizei listas de leitura, nem arrumei o blogue, nada...
Pela primeira vez, vou juntar todos os desafios num post. Apesar de não ter tido a oportunidade de andar muito atenta, ainda consegui ver alguns dos desafios, e pareceram-me bem engraçados, portanto claro que não podia deixar de passar a chance de os fazer.

DESAFIO 1
Hoje assinala-se o dia da Liberdade… Os livros fazem com que se sintam livres? Até que ponto se sentem livres com a leitura de um livro?

Claro que sim, são uma forma de escape perfeita. Eu sinto-me livre de uma forma quase etérea, pois permite-me afastar de tudo e durante um pouco, egoisticamente, ser a única pessoa que existe. Mentalmente é uma liberdade sem barreiras, que nos permite atingir o que de mais secreto desejamos.

DESAFIO 2
Acróstico da Liberdade em Livros - Um livro é sinónimo de liberdade... De viagens a outros mundos... Momentos de Fuga à nossa própria realidade... Assim, para cada uma das letra da palavra LIBERDADE indiquem um livro. (Podem ignorar os artigos)

L - Os Livros de Vidro dos Devoradores de Sonhos, de Gordon Dahlquist
I - A Ilha, de Victoria Hislop
B - Boleia Arriscada, de Stephen King
E - O Encontro, de Fritz Leiber
R - O Remédio, de Michelle Lovric
D - O Diário Perdido de Don Juan, de Douglas Carlton Abrams
A - Alera, de Cayla Kluver
D - A Dama das Camélias, de Alexandre Dumas
E - O Exorcista, de William Peter Blatty

DESAFIO 3
Tira uma fotografia a uma pilha de livros de modo que as lombadas façam a bandeira de Portugal (uma lombada verde, uma amarela e uma vermelha). Fala-nos um pouco desses livros que usaste.


Harry Potter e o Cálice de Fogo - Na altura em que eu lia Harry Potter, foi o último livro a ser-me oferecido. Depois acabei a saga com livros emprestados, mas metade da magia já se tinha perdido para mim. Gostei deste livro.
Heart's Blood - Ainda não li, mas é Juliet.
Herbert West: Reanimador: li no ano passado, podem ler a opinião aqui.
Um Cântico de Natal - Ainda não li.
A Morte de Ivan Ilitch - Um dos meus inícios na Literatura Russa, adorei. Leiam a opinião aqui.
Os Maias - Sim, estudei, e não, não li. Hei-de ler um dia.
Viagem Sem Regresso - Li e gostei, é provavelmente dos livros mais antigos que tenho.
O Vencedor Nunca Está Só - Meh... é Paulo Coelho. No entanto, este livro é-me muito querido, devido à pessoa que mo ofereceu.

DESAFIO 4
Como estão a correr as vossas leituras? Já completaram a leitura de algum livro? Gostaram? Que acharam da escrita do(s) autor(es)?

Na altura em que este desafio foi lançado, já tinha acabado de ler Anjo de Cristal, de Beatriz Lima. E as minhas leituras, ou já estavam prestes a descarrilar, ou já estavam perdidas! Quanto ao livro que terminei, gostei da simplicidade da história e da escrita, mas há muito, muito a dizer...

DESAFIO 5
Tira uma fotografia à tua leitura do momento junto de algo que consideres típico ou característico de Portugal (bebida, comida, paisagem, música, etc…).


Pela hora que este desafio terá sido postado, eu estava provavelmente a ler os contos da Olinda P. Gil, no telemóvel. O objecto é algo que eu adoro, um globo de neve, que comprei numa visita a Barcelos, há cerca de três anos atrás (o tempo passa de uma forma mesmo assustadora...). Outra coisa que decidi incluir na fotografia é a lata de coca-cola, uma edição especial, esta dedicada a Tomar, que comprei durante uma visita a Guimarães, no ano passado.

DESAFIO 6
Qual o autor português que outro(a) colega teu de maratona está a ler que tu nunca leste e tens curiosidade em conhecer?

Como disse anteriormente, não andei com muita atenção ao que se foi passando na maratona. Mea culpa :( Mas do que vi, nenhum novo autor me chamou a atenção. Os que me prenderam a atenção já conheço, como é o caso de Afonso Cruz, Miguel Torga, e... aaaahhhh, lembrei-me agora de um!
Célia Correia Loureiro. Tenho muita curiosidade acerca desta autora, mas ainda não tive oportunidade de ler nada seu.

BALANÇO FINAL
Quantos livros e páginas conseguiste ler? Como foram as tuas leituras?

As leituras... foram indo. Apesar de não ter conseguido cumprir o meu plano inicial, fiquei contente com o que consegui ler. Quanto a balanço final...

Anjo de Cristal, de Beatriz Lima - 177
A Ilha de Melquisedech, de Vera de Vilhena - 506
Piano Surdo, de Olinda P. Gil - 14
Vila de Cobres, de Olinda P. Gil - 12
Na Estrada de Mértola, de Olinda P. Gil - 17
Eternas Palavras, de Pedro Cipriano - 7
O Canto da Ninfa, de Carina Portugal - 9
Pele de Escrava, de Carina Portugal - 11
Pintado a Sangue, de Carina Portugal - 20
Triste e Leda Madrugada, de Carina Portugal - 3
És o que Pareces, por Não o Seres, de Carina Portugal - 22
A Benção da Floresta, de Carina Portugal - 14
Estilhaços, de Carina Portugal - 19
Antologia 7 Pecados - 24

Tirando as antologias, consegui ler todos os contos que queria! E mesmo do plano original, só não consegui meter a mão ao Bom Norte e As Gotas de um Beijo (que ainda comecei a ler, mas fiquei pelos primeiros parágrafos, portanto nem faz sentido mencionar aqui). Assim sendo, apesar de parecer muito, o final é apenas 855 páginas (yay, pensava que ia ser menos!).

Este post é perfeito também para ilustrar um ponto de vista acerca das Maratonas Literárias. Muita gente que conheço considera estas maratonas um disparate, pois cada pessoa tem o seu ritmo de ler, e é uma competição estúpida, e que o objectivo é ficar cego... Passando ao lado destes argumentos estúpidos (e perdoem-me os que pensam assim, mas para mim são mesmo isso: argumentos estúpidos), para mim as maratonas significam uma espécie de reunião literária, mesmo não sendo fisicamente. É saber que, algures, alguém está a ler connosco. Nem que se leiam apenas duas páginas. E depois há os desafios, que é das coisas mais engraçadas que podem encontrar. Fazer bandeiras portuguesas com livros? Adoro! Não é uma questão de ler muito, nem rápido. É uma questão de companhia.

6 comentários :

  1. Por acaso não tenho nada contra maratonas literárias. Só não participo por falta de tempo (e preguiça... é terrível).

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahaha xD A preguiça é terrível mesmo xD

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá,

    Bem isto é que foi um lufa lufa, sinceramente para mim não serve, leio quanto muito em leitura conjunta, se possivel com a presença do escritor melhor, mas este tipo de correias, não.

    Cada um lê o que quer e como quer, se gosta de o fazer neste tipo de desafios pois muito bem, mas não deixa de dar uma certa sensação de "paranoia" com o que se quer, podes não achar mas que se fica com a ideia de querem ler o máximo de livros num determindado momento sem duvida que é a ideia que passa para quem vê de fora :D

    *É uma questão de companhia*

    Ora bolas quando leio um livro "normalmente" não é igualmente uma questão de companhia ? :D

    Não quero com isto dizer que desvalorize quem participe neste tipo de iniciativa, pelo contrário se gostam toca a participar, mas sinceramente e neste caso prefiro muto mais uma leitura conjunta ai sim estamos todos a ler o mesmo a comentar o mesmo :P

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá migo :)

      Pois, cada um com as suas "pancas" não é :P Eu também gosto de leituras conjuntas, como sabes, mas vejo-as com uma carga de pressão muito maior à que existe nas maratonas, porque tens de ler determinado livro, e determinadas partes, até determinado tempo... Os que temos lido lá no cantinho, normalmente contos, é mais fácil, mas quando são livros maiores, ter de ler determinado número de capítulos/páginas até determinado dia, é muito mais stressante do que leres o que quiseres durante determinado número de tempo.
      Um dia experimenta... vais gostar :P

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Ohh, eu nesta não participei; era pequena, três dias, e num deles tive um batizado portanto imaginei logo que não ia ler muito nem ter tempo para os desafios.

    Mas adorei os desafios, especialmente os das pilhas de livros :D
    Espero poder participar na próxima maratona!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso os desafios foram muito engraçados, adoro este tipo de brincadeiras, com livros :)

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada por comentares :)