Os Melhores de... Abril

abril 30, 2014


E Abril já chegou ao fim, por incrível que pareça... Eu sei que desejei muito o final do mês, pelas maratonas, mas passou mesmo muito rápido. Vamos lá às leituras deste mês!

O Palácio de Inverno, de John Boyne
Frankenstein, de Mary Shelley
O Rei Veado, de Marion Zimmer Bradley
Sangue e Chocolate, de Annette Curtis Klause
666 - O Limiar do Inferno, de Jay Anson
O Portão do Harém, de Katie Hickman
Anjo de Cristal, de Beatriz Lima
A Ilha de Melquisedech, de Vera de Vilhena
Piano Surdo, de Olinda P. Gil
Vila de Cobres, de Olinda P. Gil
Na Estrada de Mértola, de Olinda P. Gil
Eternas Palavras, de Pedro Cipriano
O Canto da Ninfa, de Carina Portugal
Pele de Escrava, de Carina Portugal
Pintado a Sangue, de Carina Portugal
Triste e Leda Madrugada, de Carina Portugal
És o que Pareces, por não o Seres, de Carina Portugal
A Bênção da Floresta, de Carina Portugal
Estilhaços, de Carina Portugal
Antologia 7 Pecados, de Vários Autores
As Gotas de um Beijo, de Carina Rosa

Parece mais do que o que é, porque li muitos contos este mês. Mas já lá chegarei...

* Li outro livro de John Boyne, que adorei. É um sério candidato a livro do mês, assim como Frankenstein, o clássico de Mary Shelley, que me fez pensar e reflectir muito, ajudando (ou dificultando) a pesquisa para o livro que estou a escrever. Azar dos azares, para estes dois...
* Li O Rei Veado, o terceiro volume de As Brumas de Avalon. São as Brumas!!
* Sangue e Chocolate não foi lá uma grande leitura. Não me convenceu, e foi uma desilusão... tal como Anjo de Cristal, cuja leitura não foi, de todo, aprazível. Também o livro 666 - O Limiar do Inferno não foi grande espiga, esperava algo mais assustador.
* O Portão do Harém e A Ilha de Melquisedech foram leituras bastante agradáveis, que gostei bastante.
* Li finalmente o livro de Carina Rosa, que ganhei no Goodreads. Apesar de ser um livro cor-de-rosa demais para mim, foi uma boa leitura.
* E chegou a vez dos contos! Mais uma vez, recorri a Carina Portugal, autora que começa a tornar-se seriamente uma das minhas preferidas em Portugal. Poesia pura! Li pela primeira vez Olinda P. Gil, que se revelou também uma agradável surpresa. Pedro Cipriano já conhecia, e gostei também do seu conto, apesar de ter gostado mais de outros que li anteriormente. A antologia dos 7 Pecados também se revelou uma leitura bastante interessante, e diferente.

E sem mais demoras, claro que o melhor livro deste mês vai para...

O Rei Veado (As Brumas de Avalon, #3)
O Rei Veado, de Marion Zimmer Bradley!

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.