TAG The Book Sacrifice

junho 23, 2014

Há bastante tempo que não trazia uma TAG para o Eu e o Bam, e vi esta no blogue Seguindo o Coelho Branco, que podem visitar aqui.


A TAG consiste em responder a quatro perguntas relativas a livros que estaria disposta a sacrificar caso fosse (muito) necessário (e que é óbvio que nunca irá acontecer).

1) Estamos vivendo um apocalipse zumbi e a cura são os livros super-estimados. Qual livro você sacrificaria para matar um zumbi?

O Retrato de Dorian Gray. Por mais que me custasse, seria este livro... porque tenho mais do que uma versão :)

2) Você sai do salão com o cabelo lindo, mas está caindo o maior temporal, e você obviamente está sem o seu guarda-chuva. Qual sequência de série você usa para proteger o penteado?

Harry Potter.


3) Você está numa palestra em que o professor cisma de defender um clássico que você detesta e não consegue entender qual a relevância para o mundo. Qual clássico você tacaria na cabeça do palestrante?

Dracula, pois também tenho mais do que uma versão. Hehehehe :)

4) Vivemos uma nova era glacial e você precisa fazer uma fogueira para sobreviver. Qual livro, dentre todos os que já leu, será o escolhido para alimentar o fogo? 

Daenerys, de George R.R. Martin. A história vai sendo contada nas Crónicas, portanto...

Uma tag muito simples, e que espero que tenham gostado. Fugir um bocadinho das perguntas da praxe e ser mais radical nas escolhas. E vocês, que livros sacrificariam?

You Might Also Like

4 comentários

  1. Ois,

    Sem duvida uma tag diferente e simples de fazer, mas que não deixa de ser gira eheeheh

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens de responder a umas tags também amigo :P

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá Nádia Batista.
    Descobri hoje o seu blogue quando andava a fazer uma pesquisa no google, enquanto escrevia no meu blog sobre o seu conto "Halloween".
    Quero mais uma vez dizer-lhe que gostei muito deste conto e que espero ansiosamente por poder ler um livro seu.
    Um abraço e parabéns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Marisa,

      Muito obrigada pelas tuas palavras :D Fico feliz por ainda haver pessoas a ler o Halloween, e ainda por cima a gostar, e falar tão bem dele :)

      Beijinhos e bom fim de semana!

      Eliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.