Top Ten Tuesday #20

junho 10, 2014

Imagem daqui

10 melhores livros lidos este ano

Este ano tenho lido vários livros que me fizeram as delícias, portanto vou fazer um top dez completamente aleatório, conforme os títulos me vêm à memória.

1. A Senhora da Magia / A Rainha Suprema / O Rei Veado, de Marion Zimmer Bradley

2. Trilogia A Damask Circle, de Keri Arthur

3. Sempre, de J.M. Darhower

4. O Palácio de Inverno, de John Boyne

5. A Guerra dos Tronos, de George R.R. Martin

6. Frankenstein, de Mary Shelley

7. A Joia das Sete Estrelas, de Bram Stoker

8. Os contos de Carina Portugal

9. Um Eterno Minuto de Silêncio, de Humberto Oliveira

10. E a minha leitura actual, Hemlock Grove,que estou prestes a terminar e que será sem dúvida um dos livros que mais gostei até agora em 2014.

E vocês? Já têm alguma leitura de destaque neste meio ano que passou?

You Might Also Like

4 comentários

  1. Viva miga,

    A MZB tinha que marcar presnça certo ? tal como o Martin ehehe e prepara-te que o Martin ainda tem muito a dar.

    Por acaso tenho lido MUITA coisa boa, felizmente e em vários generos, desde FC, Romance Histórico a Fantasia, claro

    Bjs e boas leituras por essa Muralha de Gelo :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehehe claro que a Marion tinha de marcar presença :)

      Agora ando numa de ler o que verdadeiramente me apetece. Até voltei a Sevenwaters :)

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Li o Frankenstein e adorei tb, e as Crónicas do Gelo do Fogo, vou agora para o oitavo e ando encantada. De resto, acho que me é tudo desconhecido... começo a ficar curiosa relativamente aos teus gostos... :) a ver se investigo um bocadinho mais estes livros :) **

    * mary red hair *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aaahh, eu ainda não passei do primeiro xD Obrigada! :D

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.