sábado, 17 de janeiro de 2015

World Wide Livro #25: Os Melhores de 2014 (versão Goodreads) - Pt. III

Tempo para mais um WWL, ainda à volta das escolhas do Goodreads. Para já não me trouxe nada de novo, nenhum livro que eu diga que quero ler. Será que hoje vai ser diferente?

2014 Goodreads Choice Awards

Romance

Written in My Own Heart's Blood (Outlander, #8)

Written in my own Heart's Blood de Diana Gabaldon (ou é mesquinhez minha ou cisma pelos restantes livros, mas este não se me anuncia um bom augúrio: escrito pelo próprio sangue do meu coração como título de um livro...) ficou em primeiro lugar. Basta saberem que é mais um volume da série Outlander, que é bastante conhecida, façam uma pequena pesquisa no Google e de certeza descobrem tudo o que é preciso. Ou estarei a confundir com Highlander? Não sei... parece-me tudo igual e sem interesse para mim. Desculpem-me, fãs, mas isto foi dito com o meu próprio coração. Nota 4.44.

Maybe Someday (Maybe, #1)

Maybe Someday de Colleen Hoover ganhou o segundo lugar. Uma rapariga com uma vida perfeita que descobre que o namorado a anda a trair, e que depois se apaixona pelo seu vizinho, que toca guitarra à noite na varanda. E depois pronto, devem ficar juntos ou assim. Aliás, é um facto dado pela sinopse que eles estão atraídos um pelo outro. Portanto, se tivesse de apostar, diria que não vai ser um mar de rosas mas que no final vão ficar felizes e juntinhos. Hmmmm, onde é que já vi este filme antes? Nota no GR de 4.43. E depois de escrever isto, vejo no GR que a autora de um dos melhores romances que li no ano passado marcou o livro como "para-ler". Mesmo assim... tenho muito para ler para poder desperdiçar tempo com experiências.

O Rei (Black Dagger Brotherhood, #12)

Em terceiro lugar ficou O Rei de J.R. WardDepois de recusar seu trono por séculos, Wrath, filho de Wrath, finalmente assumiu o manto de seu pai - com a ajuda de sua amada companheira. Mas a coroa pesa fortemente em sua cabeça. Enquanto a guerra com os Redutores continua, e a ameaça vinda do Bando de Bastardos está chegando perto de acontecer, ele é forçado a fazer escolhas que põe tudo e todos em risco. Beth Randall pensou que sabia no que estava se metendo quando ela se relacionou com o último vampiro puro-sangue no planeta - não seria nada fácil. Mas quando ela decide que quer ter um filho, percebe que não estava preparada para a resposta de Wrath - ou a distância que essa decisão criaria entre eles. A questão é - o amor verdadeiro vencerá? Esta série sempre me meteu confusão, portanto é um não muito grande para mim. Nota 4.33.

Ficção Científica

O Marciano

O Marciano de Andy Weir ficou em primeiro lugar, causando algumas reacções contrárias que eu pude testemunhar na internet (sim, eu vi!). Uma Missão a Marte. Um acidente aparatoso. A luta de um homem pela sobrevivência. Há exatamente seis dias, o astronauta Mark Watney tornou-se uma das primeiras pessoas a caminhar em Marte. Agora, ele tem a certeza de que vai ser a primeira pessoa a morrer ali. Depois de uma tempestade de areia ter obrigado a sua tripulação a evacuar o planeta, e de esta o ter deixado para trás por julgá-lo morto, Mark encontra-se preso em Marte, completamente sozinho, sem perspetivas de conseguir comunicar com a Terra para dizer que está vivo. E mesmo que o conseguisse fazer, os seus mantimentos esgotar-se-iam muito antes de uma equipa de salvamento o encontrar. De qualquer modo, Mark não terá tempo para morrer de fome. A maquinaria danificada, o meio ambiente implacável e o simples «erro humano» irão, muito provavelmente, matá-lo primeiro. Apoiando-se nas suas enormes capacidades técnicas, no domínio da engenharia e na determinada recusa em desistir, e num surpreendente sentido de humor a que vai buscar a força para sobreviver, ele embarca numa missão obstinada para se manter vivo. Será que a sua mestria vai ser suficiente para superar todas as adversidades impossíveis que se erguem contra si? Fundamentado com referências científicas atualizadas e impulsionado por uma trama engenhosa e brilhante que agarra o leitor desde a primeira à última página, O Marciano é um romance verdadeiramente notável, que se lê como uma história de sobrevivência da vida real. Este livro despertou algum interesse em mim, mas não sei se vou ter oportunidade de o ler. Veremos. Nota no GR 4.36.

Lock In

John Scalzi ficou em segundo lugar com o seu livro Lock In. Passado num futuro distanciado de nós em 15 anos, um novo vírus varre o mundo. 95% dos afectados apenas sente dores de cabeça e febre, 4% meningite (o que torna este surto o maior de sempre) e 1% ficam vivos mas fechados dentro de si, não se podendo exprimir de maneira nenhuma. Na América, neste 1% incluem-se a mulher e a filha do Presidente, logo o mundo está prestes a acabar, e rapidamente se descobrem duas soluções. Infelizmente, uma delas, uma solução-descoberta, não é boa, pois envolve os locked-ins apropriarem-se dos cérebros de outros humanos, podendo viver um pouco através de outros, mas pelos vistos isso vem acompanhado de instintos assassinos e lutas de poder e não pode ser. A premissa do livro é bastante interessante (isto, se eu bem a compreendi), mas parece-me que depois esse interesse se perde, mas seria um livro que não me importaria de pôr as vistas em cima. Nota 3.83.

Sand Omnibus (Sand, #1-5)

Sand de Hugh Howey ficou em terceiro lugar, mas com uma capa que me faz querer ler de imediato o livro, mesmo não tendo a mínima ideia sobre o que é. Uma história sobre quatro irmãos e a sua mãe perdida, com o seu pai esquecido, e a história de Palmer decidir desenterrar o que está por baixo da sua cidade, assente em areia. Finalmente, um livro que me interessa mesmo. Nota 3.99.

2 comentários :

  1. Ois,

    Segundo sei o Marciano é mesmo um grande livro, esta debaixo de olho, mal possa quero ler :D

    Bjs e bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, parece-me que sim, mas o último é que me despertou mesmo o interesse :)

      Beijinhos e bom Domingo!

      Eliminar

Obrigada por comentares :)