Book Blogger Hop #16

fevereiro 11, 2015


Há alguma coisa que te faz parar de ler imediatamente algo num blogue?

Sim, duas coisas: spoilers e demasiados erros.

Quanto aos spoilers, ainda estou para encontrar a pessoa que gosta de saber de antemão como se desenrola a história do livro que vai ler. E não estou a falar de coisas de conhecimento comum, como "vou ler um livro sobre o Titanic" e já se sabe que o barco vai afundar e morrer uma série de gente, ou sobre a Segunda Guerra Mundial, ou sobre a implantação da republica em Portugal. Isso é um dos maiores motivos pelos quais evito ler opiniões sobre os livros que eu ainda não li. Já me aconteceu isso, e ainda acontece, é raro mas de vez em quando, pimbas. Portanto, mal me apercebo que estou a ler algo e de repente salta um spoiler, desisto de imediato.

Quanto aos erros... Eu não sou perfeita, e certamente já dei mais erros do que os que reparei, mas é algo a que eu presto sempre atenção e me esforço para seguir correctamente. Não sei o que leva uma pessoa à partida interessante, ou inteligente, a não saber escrever, mas é um fenómeno que acontece. Um ou dois ainda vou deixando passar, embora a comichão se instale logo. A não ser que goste muito do blogger em questão é que leio até ao fim. Felizmente, de momento não me recordo de ninguém assim.

Esta semana parece ter vindo à baila, de novo, as opiniões copiadas nos blogues, e apesar de isso nunca me ter acontecido (ou então não reparei que estava a ler algo copiado), acredito que seja horrível de se experimentar. Portanto, se por acaso ao ler algo visse claramente ser um artigo plagiado, rapidamente fechava o site e nunca mais lá voltava. Como é possível esperar algo de confiança e de qualidade depois disto?

Duas razões mais uma que me mantêm afastada de blogues e artigos mais ou menos insuportáveis. Quais os motivos que vos fazer desistir de algumas leituras online?

You Might Also Like

4 comentários

  1. Por acaso os spoilers não me afectam muito, tenho tendência a não lhes dar demasiada importância. Agora os erros... esses já me fazem torcer muito o nariz. Se não sabem escrever, pelo menos que usem um corrector ortográfico -.-''

    E claro, se visse um artigo plagiado, denunciava logo o sítio.

    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente... tirando os spoilers :P A sério que não ligas muito? Não te tira alguma emoção da leitura?

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Erros, opiniões demasiado longas e cheias de spoilers!
    Teresa Carvalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só não concordo com as opiniões longas, mas claro que não é regra. Se a opinião for muito longa e a pessoa estiver apenas a desenvolver a sinopse, também não me agrada! Como sempre se disse, quantidade não é sinónimo de qualidade :)

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.