[Novidades] Marcador - Fevereiro

fevereiro 19, 2015

O EXCÊNTRICO MORTDECAI,
de KYRIL BONFIGLIOLI

O Excêntrico Mortdecai é o primeiro volume de uma saga hilariante e bem-humorada de thrillers, em que a estrela é Charlie Mortdecai, um experiente negociante de arte e um epicurista inspirado.
Com o seu homem de confiança – o incomparável Jock -, Mortdecai empreende todo o género de aventuras que envolvem pinturas roubadas, um Rolls-Royce vintage, polícia secreta, uma viagem para os Estados Unidos, um cliente morto e uma jovem viúva rica e deliciosa…
Tudo isto apenas para poder ganhar a vida de forma…desonesta.
Mortdecai não é daqueles que recusam tomar uma bebida – ou muitas –, e é com orgulho que se apresenta sempre elegantemente vestido para qualquer ocasião, não importa o quão debochado e imprevisível se possa tornar.

O filme já se encontra em exibição com Johnny Depp no papel principal.

PÁGINAS: 216 | PVP: 15€

A VIDA SECRETA DE E.L. JAMES,
de MARC SHAPIRO

A Vida Secreta de E L James desvenda, como é que uma britânica de meia-idade e mãe de dois filhos criou uma série de romances eróticos e se tornou o maior fenómeno literário de sempre em todos os países onde foi publicada e já vendeu mais exemplares do que Harry Potter.
O autor, Marc Shapiro, revela a inspiração e os segredos por trás deste fenómeno, através de entrevistas exclusivas com os primeiros editores e fãs E L James.

«E, pronto, aqui está. Uma história clássica de alguém que enriqueceu vindo do nada. Do anonimato para a ribalta. Aconteceu tudo tão depressa. Parece que foi ontem. Você não perdeu nada. Você percebeu tudo. E. L. James é, literalmente, um subproduto de um momento no tempo.»

PÁGINAS: 168 | PVP: 14,30€

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.