[Mais Novidades] Marcador - Fevereiro

fevereiro 17, 2016

O Amor é Vermelho (Nightsong Trilogy #1)
O AMOR É VERMELHO,
de SOPHIE JAFF

Katherine Emerson nasceu para cumprir uma profecia secular, mas ela ainda não o sabe. No entanto, há um homem que o sabe: um assassino que persegue as mulheres da cidade de Nova Iorque, um monstro que os media apelidaram de Homem Foice devido à arma que utiliza para transformar os corpos das suas vítimas em telas para a sua arte perversa. Ele rouba mais do que a vida das suas vítimas, e cada morte aproxima-o mais da mulher que tem de possuir custe o que custar.

PÁGINAS: 360 | PVP: 17,50€

Fogo Mortal (John Corey, #4)
FOGO MORTAL,
de NELSON DEMILLE

Fogo Mortal é o novo sucesso de um dos autores mais lidos em todo o mundo, é um thriller de leitura obrigatória.
Neste novo livro Nelson DeMille fala-nos do Clube Custer Hill – uma sociedade secreta cujos membros incluem alguns dos homens mais poderosos da América. À primeira vista, trata-se de um sítio para relaxar com velhos amigos. Porém, num fim de semana, o clube reúne-se para falar sobre a tragédia do 11 de Setembro e dar os últimos retoques num plano de retaliação mortal, conhecido apenas pelo seu nome: Fogo Mortal.

PÁGINAS: 536 | PVP: 19,95€

You Might Also Like

2 comentários

  1. Ois,

    Dois bons lançamentos vou tentar ler o primeiro livro, parece.me bem bom :D

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fiacha,

      O de Nelson DeMille não me interessa tanto, mas sim... O Amor É Vermelho parece bastante bom!

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.