World Wide Livro #35: Ideias Brilhantes

março 12, 2016

Hoje trago-vos um artigo que vi neste site, com ideias brilhantes trazidas por livrólicos. Algumas estão perto de acontecer, outras nem por isso... Vamos lá!

1. Livrarias que estão abertas 24 horas por dia, 7 dias por semana.

- quero abrir uma livraria que esteja aberta 24 horas e assim as pessoas podem finalmente sair às 2h da manhã e ser algo do género "acabei o primeiro livro da série, preciso já do seguinte" ou pessoas que estejam a ter uma noite stressante e querem estar rodeadas de livros.
- a minha parte favorita é que alguém compreende como é tranquilizador estar rodeado de livros.
- um clube de livros nocturno. Leia responsavelmente. Alguém que torne isto realidade, por favor.

2. Livros secretamente autografados

Se eu fosse um autor, iria a uma livraria procurar um livro meu e aleatoriamente autografava um deles e voltaria a colocar na prateleira para ser vendido.

3. Os óscares dos livros

Porque é que não há grandes eventos para livros, por exemplo
Melhor personagem masculina / feminina
Melhor antagonista
Melhor desenvolvimento de trama
Melhor plot twist
Vá lá...

4. Namorados literários

Alguém devia escrever um livro onde a personagem principal se apaixona lentamente pelo leitor.

5. Rigor nas adaptações

Um trabalho que Hollywood ainda não se apercebeu que precisa: todas as adaptações de livros deviam ter uma pessoa cujo único trabalho seria ler o livro, e depois dar um estalo ao realizador cada vez que ele dissesse "Sim, mas e se...".

6. Oferecer para pagar um livro em vez de uma bebida

- sabem como os homens pagam bebidas às mulheres em bares? Porque é que as pessoas não fazem isso nas livrarias? Como... eu estou a comprar um romance e alguém vem ter comigo meter conversa e oferece-me o livro... tem uma chance muito maior de resultar.
- vou partilhar isto até ser uma norma cultural.

7. Livros longos serem adaptados em séries e não em filmes

Resumo: sete temporadas de Harry Potter

8. Isto


9. Maratonas literárias no trabalho


10. Livros que brilham no escuro


11. O Livro das Exigências

Um livro mágico que sente o que cada pessoa precisa de ler naquele momento apenas pelo toque, transformando-se em seguida nesse mesmo livro


Algumas engraçadas, outras curiosas...
Quais as vossas ideias livrólicas? Dêem largas à imaginação!

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.