[Novidades] Saída de Emergência - Outubro

outubro 06, 2016

Chancela Saída de Emergência


O Terceiro Desejo, de Andrzej Sapkowski

"Tal como China Miéville e Neil Gaiman, Sapkowski pega em velhos clichés e dá-lhes nova vida, oferecendo-nos  uma perspetiva refrescante no género da fantasia." - Foundation

Pack Duna, de Frank Herbert

"O Senhor dos Anéis da Ficção Científica." - Arthur C. Clarke

As Primeiras Quinze Vidas de Harry August, de Claire North

"Maravilhoso e cativante." - The Guardian

A Psicologia do Amor, de Irvin D. Yalom

"O Dr. Yalom demonstra uma vez mais que, nas mãos certa, a psicoterapia é tão interessante quanto a mais fértil e a mais criativa de todas as ficções." - New York Times

Os Aventureiros - No Labirinto Perdido, de Isabel Ricardo

Todas as pistas vão dar ao belo castelo de Leiria rodeado por lendas e mistérios, onde os quatro jovens destemidos irão descobrir um labirinto perdido no tempo…

O Vinho na Ponta da Língua, de Maria João de Almeida

Guia por uma das maiores especialistas portuguesas na área do vinho

Chancela Chá das Cinco


Luzes do Norte, de Nora Roberts

"Um romance colorido sobre duas almas solitárias que encontram amor e redenção numa remota vila do Alasca." - New York Times

Por Um Fio, de Rainbow Rowell

Georgie sente que recebeu uma nova oportunidade de salvar o seu casamento ainda antes de ele começar. Mas será que é isso que ela realmente quer?

Gerir 1 Ano de Stress, de Isa Silvestre

Soluções para as ansiedades do dia-a-dia

Chancela Bichinho de Conto


Come a Sopa, Marta!, de Marta Torrão

Prémio Nacional de Ilustração 2004

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.