1, 2, 3, 4! QUARTO ANIVERSÁRIO!

dezembro 13, 2016

Resultado de imagem para happy birthday tumblr

Tanto que me passa pela cabeça, mas que não consigo expressar por palavras. Quatro anos. Quatro! Quem diria? Quando criei o Eu e o Bam, nunca o fiz com um prazo em mente, com uma data de validade. Mas olhar para trás e ver quatro anos de trabalho, de altos e baixos, de ver crescer e tomar forma algo meu e que me é tão querido, que me trouxe tanta, mas tanta, mas tanta coisa boa... É um orgulho muito grande e muito obrigada a todos os que me ajudaram a tornar este espaço o que é hoje.

Não posso deixar de destacar as editoras. Há quatro anos atrás, eu apenas as conhecia pelo nome e tinha uma ideia do seu catálogo - hoje essas editoras têm uma cara, têm uma voz amiga, um apoio desmedido e nutro por elas um verdadeiro carinho e admiração. Obrigada por apoiarem o Eu e o Bam.

E claro que vocês, desse lado, também estão no meu coração. Os vossos comentários e mensagens fazem os meus dias. Muito obrigada.

Quase 70000 visitas, mais de 1300 mensagens e quase 1300 comentários. Quatro anos. Muito obrigada. 💓💓💓💓

E agora... vamos aos passatempos!

You Might Also Like

3 comentários

  1. Muitos parabéns por estes 4 anos!! :) É um enorme orgulho construir um cantinho assim tão nosso!
    Beijinhos e espero que continues por cá!

    ResponderEliminar
  2. Muitos parabéns ^_^
    Espero que o blogue continue por muitos mais anos.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Os meus parabéns, Nádia, pelos 4 anos de Vida do Blogue. Cá esperamos muitos mais.Felicidades. Obrigado pelo que partilha connosco.

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.