Hogwarts: Um Guia Imperfeito e Impreciso, de J.K. Rowling - Sinopse & Opinião

maio 05, 2017

Hogwarts: Um guia imperfeito e impreciso (Pottermore Presents, #3)
Título: Hogwarts: Um Guia Imperfeito e Impreciso
Autora: J.K. Rowling
Editora: Pottermore
Ano de Publicação: 2016
Número de Páginas: 85

"Contudo, o Ministério da Magia percebeu que construir uma estação bruxa adicional no meio de Londres seria demais até para a notória determinação dos trouxas de não perceber a magia, ainda que exploda bem na cara deles." - J.K. Rowling

Pottermore Presents é uma coleção de textos de J.K. Rowling dos arquivos do Pottermore - pequenas leituras que foram apresentadas originalmente em pottermore.com. Esses e-books, com curadoria do Pottermore, levarão você além das histórias de Harry Potter, pois neles J.K. Rowling revela suas inspirações, detalhes intricados das vidas dos personagens e surpresas do mundo bruxo.

Hogwarts: um guia imperfeito e impreciso leva você numa jornada à Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Você vai se aventurar pelos terrenos de Hogwarts, conhecer melhor seus residentes permanentes, aprender mais sobre as aulas e descobrir segredos do castelo... Tudo ao virar de uma página.

*************

Vinte histórias, divididas por seis capítulos, em mais uma viagem fantástica a Hogwarts. Desta vez esqueçam o Harry e os seus amigos (se bem que aparecem de vez em quando) -  estamos aqui para conhecer alguns segredos do castelo e da comunidade de feiticeiros que fazem parte dele.

Um pequeno livro que se lê num dia e que nos dá uma sensação de conforto e bem-estar incríveis. Talvez por gostar tanto do mundo criado por J.K. Rowling... não sei. Apenas posso dizer que é sempre reconfortante voltar a este universo. Como disse anteriormente, este guia está dividido em seis capítulos:

A Jornada para Hogwarts, onde descobrimos como nasceu a famosa plataforma e o porquê do Expresso de Hogwarts.
A Selecção, em que nos é apresentada a complexidade do Chapéu Seleccionador.
O Castelo e as Terras, com mais curiosidades interessantíssimas de Hogwarts.
As Aulas em Hogwarts, e aqui é justificado um dos que é considerado dos maiores plot holes de Harry Potter: o vira-tempo.
Os Residentes do Castelo, que traz as histórias de alguns fantasmas e moradores dos quadros.
Os Segredos do Castelo, com mais algum background para alguns componentes presentes no universo de Harry Potter.

Adorei ler estas pequenas histórias, pois são aqueles detalhes que simplesmente encaixam, fazem pleno sentido, e nos fazem adorar ainda mais o mundo criado por Rowling.

Aconselho a qualquer fã a leitura deste livro, assim como dos outros dois do Pottermore, e dos quais já só me falta um. Uma leitura a fazer ainda este ano!

You Might Also Like

1 comentários

  1. Adoro Harry Potter e o seu universo desde pequenina. Vou reler os sete livros ainda este ano :)
    Tenho de arranjar este!

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.