Maio

maio 01, 2017

Resultado de imagem para hello may

Maio começa e traz com ele trinta e um dias novinhos em folha para preenchermos. Espero que seja um bom mês! E, sinceramente, espero que passe muito, muito rápido... 😉

Este mês não vou participar em nenhuma maratona - isto é, vou acabar a Celtic-a-Thon, que vem de Abril, mas não vou entrar em mais nenhuma. Mesmo a Celtic-a-Thon não sei se vou ler todos os livros para todas as categorias... a vontade já não é a mesma. Mas... quem sabe?

Continuo a querer muito conseguir ler Os Venenos da Coroa e Despertar do Crepúsculo, e a nível de livros físicos serão estes dois as minhas prioridades. Quanto aos ebooks, para já vou ler Os 13 Porquês, mas depois disso não tenho nenhum plano definido. Talvez terminar a trilogia de Teri Terry? Não sei ainda!

Já me ia esquecendo! Fiquem atentos desse lado, que este mês vai haver passatempo aqui no blogue 😊

E vocês, que planos de leitura têm para este mês?

You Might Also Like

1 comentários

  1. Os meus planos são ler um pouquinho mais do que nos meses anteriores, pois tenho o desafio do Goodreads atrasado :P
    Vamos lá ver se consigo compensar.

    Boas leituras!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.