Pausa

maio 17, 2017


Meus queridos leitores, tenho de fazer uma pausa no Eu e o Bam. Não se preocupem, não é daquelas pausas que depois nunca mais ninguém me mete a vista em cima - mas é que, neste momento, está tanta coisa a acontecer, que simplesmente não tenho a paciência necessária para chegar a casa e dedicar-me ao blogue. E não quero forçar, pois isso vai fazer com que o Eu e o Bam passe a ser uma obrigação e não um prazer, e eu não quero isso.

O maior motivo desta pausa, é que vou mudar de casa! A ansiedade é muita. Ainda há muitas coisas a resolver, e depois a casa anda sempre em pantanas e eu entro em stress por causa disso, depois é tratar disto, mais daquilo, e não me posso esquecer da outra coisa... mas, sobretudo, a ansiedade. Falta um mês (mais precisamente, um mês e um dia) para a mudança mas estou mesmo... ansiosa!

Segundo as minhas contas, a esta hora já devem passar dos 500 ❤
E depois estou a trabalhar num sítio longe de casa, o que me faz estar mais tempo afastada do computador, e depois há tanta coisa a fazer e pouco tempo para tudo, que acabo por não fazer nada. Ao menos tenho mais tempo para ler, e a bem ou a mal lá vou escrevendo algumas opiniões à mão, mas a cabeça, depois de um dia de trabalho que normalmente vem sempre acompanhado de mer*** desnecessárias, simplesmente não aguenta mais e não passam do papel.
E claro, há sempre problemas a nível pessoal, infelizmente. É tudo a ajudar.

Portanto, peço-vos tempo e paciência, pois eu não quero abandonar este cantinho, apenas preciso de um tempo sem mais nenhuma preocupação. Eu prometo que, em Julho, senão mais cedo, volto. Até porque vou comprar umas estantes novas e quero muito mostrar-vos como vão ficar!

Escrever esta pequena despedida custa, pois tenho lido livros tão fantásticos que me mata não partilhar aqui. Mas não pode ser, não quando a sensação é de obrigatoriedade e o Eu e o Bam não pode ser isso. Boas leituras e obrigada por estarem desse lado!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Que seja uma mudança para melhor!
    Boa sorte, tudo de bom!

    ResponderEliminar
  2. O importante é tratares da mudança e espero que tudo corra bem. :)

    Beijinhos e volta depressa!

    ResponderEliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.