Spook-a-Thon 2017

outubro 04, 2017

Foto de Elsa Esteves.

A Spook-a-Thon está aí e, como não podia deixar de ser, com desafios fantásticos e que me deixam cheia de planos para cumprir e uma lista TBR enorme! O que importa, realmente, é divertir-me juntamente com os outros participantes e, sobretudo, ler, ler e ler.

Foto de Elsa Esteves.

1. A Condessa, de Rebecca Johns
Este livro é acerca de Erzsébet Báthory, a condessa que viveu entre o século 16 e 17. A personagem que viria a inspirar todo um folclore à volta dos vampiros... nada podia ser mais apropriado 👻

2. Despertar, de L.J. Smith
Ainda na onda dos vampiros e mitologia, finalmente vou tentar ler o primeiro volume dos livros que deram origem à série Os Diários dos Vampiros, que eu adoro. Consegui comprar os cinco primeiros volumes na Feira do Livro do Porto, no mês passado, a 2,50€ cada um... quase que me dava uma coisinha má! ✌

3. Sonhos Malditos, de Carina Rosa
A minha primeira escolha tinha sido um livro passado na Finlândia que comprei há uns meses atrás, mas depois pus-me a pensar e tendo em conta que espero este Halloween conseguir fazer uma daquelas visitas a casas assombradas, decidi escolher um livro bem português e começar a entrar no mood ideal para uma visita assustadora.

4. Fantasmas, Vampiros, Demónios e Histórias de Outros Monstros, de Henry Alfred Bugalho
Fartei-me de procurar uma capa que realmente me provocasse arrepios mas não estava a ser fácil encontrar um livro que fizesse o clique. Até que encontrei este, e decidi escolher este senhor título simplesmente porque a fotografia de capa é, supostamente, uma fotografia verdadeira de um fantasma (pesquisem sobre fantasmas de Lady Jane - ou cliquem simplesmente aqui - e bons sonhos).

5. A Múmia, de Anne Rice
Vá, neste aldrabei mesmo muito! Mas são muitos projectos para Outubro e tendo em conta que a Múmia é leitura obrigatória por ser uma leitura conjunta, acabou por calhar nesta categoria.

6. Fantasmas do Séc. XX, de Joe Hill
Há dois motivos que me levam a escolher este livro: um, porque apesar de adorar coisas de terror, fantasmas e afins, sou extremamente susceptível a essas coisas porque fico a cismar em tudo e espero neste livro ter alguns contos que me vão fazer querer dormir de luz acesa; e dois, porque da primeira vez que li Joe Hill, esperava algo mais dark e então tenho medo de criar demasiadas expectativas para este livro e depois ser uma bela treta.

A CondessaO Despertar (The Vampire Diaries #1)Sonhos malditosFantasmas, Vampiros, Demônios e histórias de outros MonstrosA Mumia Ou Ramses, O MalditoFantasmas Do Século XX

Já leram alguma das minhas escolhas? Contem-me tudo!

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.