[Maratonas Literárias] Cosmo Readathon Round 2

março 18, 2018


Dia 3 de Janeiro, eu disse qualquer coisa como...

"Embora ainda possa mudar de opinião, este ano não tenciono juntar-me a maratonas literárias que me façam fugir muito dos meus planos."

Bem... mudei de opinião 😆

Datas: de 19 a 25 de Março

Desafios:

1. Fazer uma buddy read
2. Ler o livro da pilha TBR que estiver mais à mão
3. Ler um livro com efeitos especiais (visualmente ou relativo ao enredo)
4. Reler um livro
5. Ler um livro que combine com a letra de uma música

Os desafios não são obrigatórios e, pelo que entendi, pode-se utilizar o mesmo livro para mais de uma categoria. Vou saltar a re-leitura de um livro pois mentalmente ainda não estou disposta a fazer tal coisa, embora sinta que o preciso de fazer.

Um de Nós Está Mentindo

➤ Buddy read
➤ Combina com uma letra de música (que saudades de Pretty Little Liars!!)


Cinder - Crônicas Lunares Vol 01 - Marissa Meyer

➤ TBR que estiver mais à mão
➤ Efeitos especiais (a categoria que mais me fez doer a cabeça mas acho que a capa pode ser considerada... espero eu!)

Boas leituras a todos!

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.