Março

março 01, 2018

Resultado de imagem para hello march

Um novo mês que começa, que traz consigo a Primavera regada a chuva... adoro 💜 Para este mês não tenho grandes planos de leitura, a não ser seguir as TBR's para as diferentes maratonas: a #ML122dias, a #readathonbyzoe e ainda estou a tentar decidir se devo ou não entrar na Read-o-Rama Round 9. Depois temos também o Março Feminino e uma pequena brincadeira do Linked Books no Goodreads, com um desafio muito específico (podem visitar aqui).

A #ML122dias vocês já conhecem, fiz alguns progressos mas pouco! Mais para meio do mês escrevo um post com as actualizações (até porque provavelmente vai haver mudanças na TBR). Quanto à #readathonbyzoe, decorre durante o dia 3 de Março e são 24 horas a ler, o que me parece algo que eu necessito apenas para relaxar e dar vazão às montanhas aqui em casa. Só devo fazer um post de apresentação aqui no blogue, e provavelmente vou actualizando através do Instagram e/ou Facebook, depende depois da minha paciência no dia.

Já a Read-o-Rama tenho de estudar com mais atenção, também começa dia 3 e acaba dia 9 mas tem alguns desafios, e tenho de ver se os consigo encaixar na #ML122 dias, senão é uma tentativa falhada. Mais perto do dia decido (digamos, amanhã!).

Tirando estes pequenos projectos, nada de mais irá acontecer durante este mês a nível literário. É apenas esperar que as leituras sejam boas e gratificantes, e que possa passar muitas horas a ler com o som da chuva 😄

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.