[Novidades] Marcador - Março

março 05, 2015

A LIDERANÇA SEGUNDO FRANCISCO,
de CHRIS LOWNEY

O primeiro Papa Jesuíta da História, já eleito como Personalidade do Ano pela Revista TIME é uma personalidade singular que nos cativa e nos emociona sejam quais forem as nossas convicções.

UM HOMEM CENTRADO NA SUA MISSÃO

Em A Liderança Segundo Francisco, o autor mostra-nos o modo como as palavras e ações do Papa revelam princípios espirituais que o preparam para liderar a Igreja e influenciar o nosso mundo – um mundo que se encontra em rápida transformação e requer líderes que valorizam a necessidade humana de amor, inspiração e sentido.

Desde a escolha de viver num apartamento simples, em vez de ocupar o palácio papal, até lavar os pés de homens e mulheres num centro de detenção de jovens, os gestos do Papa Francisco contradizem os comportamentos que se esperam de um líder moderno.

PÁGINAS: 224 | PVP: 15,95€

ESTRANHO IRRESISTÍVEL,
DE CHRISTINA LAUREN

Para esquecer um ex-namorado infiel, a especialista em finanças Sara Dillon muda-se para Nova Iorque, aproveitando uma oportunidade profissional para se afastar das desilusões recentes na sua vida amorosa. O facto de conhecer, numa discoteca, aquele homem irresistivelmente sexy não deveria ter passado de uma noite de diversão. Mas a forma – e a rapidez – com que ele acaba com todas as suas inibições faz com que se revele mais do que uma aventura ocasional: ele torna-se o seu Estranho Irresistível.

PÁGINAS: 284 | PVP: 15,95€

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.