[Novidades] Chiado - Setembro

setembro 09, 2016

DAMA DA NOITE,
de C.F.C. FIGO

Há cerca de dois mil anos, o Inferno perdeu um dos seus maiores guerreiros e governante na época, Samael, aprisionado então pelos arcanjos. Belzebu subiu ao trono, moldando o reino consoante a sua vontade. No tempo presente, um grupo de jovens com habilidades especiais relacionadas com o domínio dos elementos é reunido pelo supremo arcanjo Metatron e parte em busca do local de repouso de Samael, na tentativa de o despertar e fazer dele seu aliado para fazer face a Belzebu. Porém, nem todos desejam que Samael desperte. A par deste evento, uma misteriosa figura, Lilith – a Dama da Noite, revela interesse em aliar-se a Belzebu, mas pelos seus próprios motivos. O corpo de Belzebu está fraco e precisará em breve de transferir a sua alma para um novo recetáculo. Unindo a fraqueza do rei do Inferno à ausência de um Deus capaz de olhar pelo Reino Celestial, Lilith executa maliciosamente o seu plano, reunindo os seus melhores aliados com o objetivo de reescrever as linhas espaciotemporais e ganhar o controlo sobre os três reinos. Instaura-se um conflito que envolve o Reino Celestial, o Inferno e a Terra. No epicentro de tamanho caos encontra-se Kasey Thorndike, uma jovem que gradualmente desvendará a sua ligação a Lilith e ao passado do seu irmão gémeo desaparecido. No decorrer da jornada encontrará obstáculos e razões que a farão questionar a sua própria sanidade, mas a companhia dos seus aliados e amigos torná-la-á capaz de enfrentar os seus piores medos, incluindo a si mesma. 

FANTASIA | PÁGINAS: 548 | PVP: 18€

GEADAS BRANCAS,
de MANUELA ALMEIDA RIBEIRO

Maria é atormentada por um passado sinuoso e arrasta quem com ela se cruza. Enfrenta uma traição atroz e tem a árdua tarefa de desvendar uma verdade obscura.
Álvaro é um homem comum, cuja natureza benévola esconde outra mais ilícita. Sempre fora apaixonado por Maria e quando a reencontra, tenta remendar a sua personalidade inconstante. No entanto, é um desafio demasiado perigoso.
Na narrativa, destacam-se ainda a enfermeira Anabela, que personifica a inocência resistente; Monção, um político sem escrúpulos e Pedro Quintas, um oportunista, que usurpa constantemente a resolução da intriga.

VIAGENS NA FICÇÃO | PÁGINAS: 718 | PVP: 16€

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.