Livros para Filmes - Halloween #31

outubro 31, 2016


O Caçador de Sonhos, de Stephen King - 2001
O Caçador de Sonhos, de Lawrence Kasdan - 2003

O Caçador de SonhosO Caçador de Sonhos Poster

Henry tornou-se um psiquiatra obcecado pelo suicídio. Jonesy sofreu um estranho e premonitório acidente. Pete controla cada vez menos o vício do álcool. Beav é infeliz no amor. Há vinte cinco anos os quatro amigos eram apenas isso, companheiros de brincadeiras. Um estranho encontro uniu-os para sempre. Foram corajosos, salvaram uma vida e descobriram que sabiam comunicar por telepatia. Ligados pelo passado, cada um seguiu a sua vida. Apesar das diferenças que agora os separam, reencontram-se, religiosamente, na época de caça. Mas, mais uma vez, a floresta do Maine guarda obscuros segredos.


You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.