[Novidades] Saída de Emergência - Novembro

novembro 03, 2016

Chancela Saída de Emergência


Jardins da Lua, de Steven Erikson

"Verdadeiramente épico, Erikson não tem igual quando o assunto é ação e imaginação, e junta-se à classe de Tolkien e Stephen Donaldson na sua visão mítica."
– S F S I T E

Da Direita à Esquerda, de António Araújo

Cultura e sociedade em Portugal, dos anos 80 à actualidade.

As Aventuras do Xico-Larico, de Isabel Ricardo

O Xico-Larico é um lobinho muito alegre e traquina, mas adora pregar partidas aos amigos! Será que ele gostaria que lhe fizessem o mesmo? 

Patrulha Lobo na Gruta dos Morcegos, de José Carlos Completo e Mónica Cortesão Gonçalves

Com as mochilas carregadas de boa disposição, os escuteiros da Patrulha Lobo lançam-se à aventura... Na Gruta dos Morcegos.

Personagens Malditas da História, de André Canhoto Costa

A História está repleta de personagens malditas cujos nomes nunca mais serão esquecidos. Venha descobrir porquê. 

Chancela Chá das Cinco


Esplendor, de Beth Kerry

Alice Reed nunca julgou escapar ao estigma do seu passado perturbante. E talvez por isso tenha ficado tão chocada quando, sem saber como, é recrutada para se juntar à elite das empresas Durand, a convite do próprio gestor da empresa, Dylan Fall. A tensão erótica entre eles escala rapidamente para níveis intensos. Mas à medida que Alice se abre a mundos desconhecidos, tudo muda com uma descoberta surpreendente: há segredos ocultos na infância problemática de Alice que mudam a sua vida para sempre.

Último Amor, de Nora Roberts

2º Volume da Trilogia Hotel das Recordações.

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.