Cinematona Especial Óscares

janeiro 27, 2017


E lá vamos nós outra vez! Desta vez, a ver se corre melhor do que a de Dezembro 😄 Novamente, criada pela Dora do canal Books & Movies.

Tal como o nome indica, esta cinematona é inteiramente dedicada aos Óscares. A única regra é ver um filme que tenha ganho aquela categoria, independentemente do ano. Eis os cinco tópicos:

1. Melhor Filme
Spotlight (2015)

2. Melhor Actor
Matthew McConaughey em Dallas Buyers Club (2013)

3. Melhor Actriz
Brie Larson em Room (2015)

4. Melhor Filme Estrangeiro
Saul Fia (2015)

5. Melhor Argumento Original ou Adaptado
The Imitation Game (2014)

Apostei em filmes recentes, pois como os prémios me passam ao lado, fui ao nosso amigo Google e acabei por escolher estes títulos. Conhecem algum? O que me dizem?

Boa sorte para todos os participantes!

You Might Also Like

4 comentários

  1. Tudo excelentes filmes, muito bons!
    Mudava o "Filme Estrangeiro"... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Amour" e "Todo sobre mi madre" :)

      Eliminar
    2. Vou-me informar acerca desses títulos :) Não estava muito segura e não quanto à minha primeira escolha, portanto... Obrigada :)

      Eliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.