Falemos de Livros & Apps

abril 26, 2018



Desde que tenho um telemóvel decente que começo a perceber cada vez melhor a necessidade e o apego das pessoas a um simples smartphone. Agora realmente entendo aquelas frases de ter a vida toda num aparelho destes! Hoje decidi trazer-vos a minha opinião acerca de algumas apps que ando a usar.

Goodreads

Uma app bastante fraquinha, pois é muito limitada. A coisa das estantes não é muito funcional, embora, se não estou em erro, estejam a melhorar a app (já está impecável para iOS mas Android nem por isso). No entanto, sempre é uma mais-valia, se precisarmos de algo rapidamente temos muita informação ali à mão.

Lithium e Moon+Reader

Juntei estas duas pois são ambas leitoras de ePubs. Usei a Lithium durante algum tempo pois era simples de usar e eu não precisava de nada muito fancy. Uma vez, andava eu a pesquisar apps de livros e cruzei-me com o Moon+Reader. Eu já a tinha usado há bastante tempo e não tinha gostado... e agora não a troco por nada. Adoro o facto de ter o tempo de leitura, tão simples e banal quanto isso! E gosto do aspecto da app quando é aberta. A Lithium mantém-se quando preciso de fazer a conversão de páginas lidas, já que ainda não descobri, na Moon, onde é que se vê o total de páginas lido (só capítulo a capítulo).

Litsy

É daquelas apps que passo a vida a esquecer-me mas que é bastante engraçada - ou, pelo menos, já foi. Quando a Litsy era verdadeiramente partilha de livros e não frases feitas ou coisas assim um bocadinho mais estúpidas. Continuo a gostar da app embora me esqueça de a actualizar com frequência, e só tenho pena de não encontrar mais portugueses lá.

Amazon Kindle

Tenho quase a certeza que esta dispensa apresentações. Havia uma altura em que eu todos os dias aproveitava as promoções da Kindle Store e comprava uma série de livres de borla, mas a verdade é que li muito poucos. Mas a app está lá na mesma, just in case eu querer algo diferente e siga uma de yolo.

Audible

Outra app que está no meu telemóvel just in case. Eu um dia hei-de ouvir um audiolivro e a Audible oferece um quando nos registamos. Ainda não usufrui dessa oferta, pois ainda não sei em que livro hei-de apostar.

Serial Reader

Não sei se alguma vez falei desta app aqui, mas é super interessante. Consiste em lermos capítulos de clássicos, um por dia. Tão simples quanto isso! Eu acho que li dois clássicos desta app, mas sinceramente só me recordo do Legend of Sleepy Hollow, que nem gostei tanto quanto isso.

Books

Ainda não explorei muito esta app mas parece-me engraçada, com recomendações, desafios, quizzes, chats... tudo feito pelos próprios utilizadores da app. Tenho de passar mais tempo aqui.

Libib

Eu instalei esta app simplesmente para catalogar os meus livros, mas também serve para livros, música e jogos. Podemos seguir outros utilizadores, escrever as nossas opiniões, e penso que é basicamente isso.

Comixology

Esta app deu-me uma dor de cabeça quando a instalei, pois é ligada à Amazon e depois eu não conseguia comprar títulos na app mas com os mesmos dados já conseguia no site, e andei para trás e para a frente até que me cansei, mas as BD's lá apareceram no meu inventário depois. A forma como a BD se desenrola é muito porreira e gostei bastante da app.

E por aí, que apps de livros vocês usam? Recomendam alguma?

You Might Also Like

2 comentários

  1. Não tenho a aplicação, mas gosto muito do Goodreads. É uma verdadeira biblioteca virtual :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto bastante do Goodreads no site, pela facilidade em catalogar as leituras, mas a app acho muito fraquinha :/

      Eliminar

Obrigada por comentares :)

Um livro é muito mais do que um volume transportável. Um livro é uma mala que levamos connosco quando vamos viajar, pois nele temos tudo o que precisamos. Um livro é mais do que um bem comercializável, é o orgulho de carregar a alma em palavras do seu autor. Um livro é mais do que um livro, ao fim e ao cabo. É o nosso pai e a nossa mãe quando se precisa, nunca esperando mais de nós mas sempre lá para nos dar uma lição. É mais do que um amigo, pois não nos julga, não nos faz perguntas; ouve o nosso interior e responde às questões que nem nós sabíamos que tínhamos cá dentro. Um livro é mais do que um amante, duro como a realidade: umas vezes sonhamos e deleitamo-nos nas suas folhas, outras deixamos dobradas, riscadas, magoadas, outras deixamos a um canto e nunca mais olhamos. Desperta em nós uma panóplia de sensações: o toque da capa, da folha; o cheiro das páginas; o prazer da beleza da capa, das letras. Um livro é mais do que isto tudo, e ainda mais do que isso. Porque com ele viajamos, sonhamos, vivemos, aprendemos, amamos, sentimos, choramos e rimos, tudo sem sair do sítio. E uma façanha destas, vinda de algo tão pequeno e tão frágil, é quase comovente.